O que é Monkey no baccarat?

Os jogadores de baccarat gritam “monkey” (que significa macaco, em inglês) como forma de implorar ao deuses do jogos que a terceira carta seja ou um 10, ou uma das três figuras – dama, valete, ou rei.

Isto acontece porque qualquer uma destas cartas conta como zero e não altera o total de pontos da atual mão do jogador.

A palavra “monkey” no baccarat foi assumida para se referir a qualquer dez, rei, dama ou valete. No entanto, o termo realmente tem uma história interessante – uma que nos leva até à Ásia.

História da palavra “Monkey” no baccarat nas mesas

As origens do termo “monkey” no baccarat, usada nas mesas, são desconhecidas, embora a sua prevalência na comunidade asiática possa ser uma dica.

Muitas fontes especializadas em jogos de casino acreditam que o uso de figuras da realeza no baralho de cartas convencional para simbolizar cartas de rosto pode ter algo a ver com isso.

Se já alguma vez jogou baccarat, provavelmente já ouviu o termo “monkey” baccarat muitas vezes. O baccarat teve origem na Europa e espalhou-se pela Ásia.

Se perguntar a qualquer dealer, ele vai dizer que não faz ideia de onde veio o termo “monkey” baccarat ou onde teve origem, porque muitos acreditam que as cartas de figuras se assemelham a uma cara de macaco, ou que costumavam assemelhar-se a cartas de macaco (“monkey”).

No entanto, a verdadeira explicação, acredite ou não, vem da cultura chinesa. Na Europa, reis e rainhas eram membros da corte real, muitas vezes conhecida como corte do monarca. Os jogadores pediriam a “carta de monarca” ou “carta de monarquia” ao jogar baccarat.

Dizer a palavra inglesa “monarchy” (monarquia, em português) rapidamente com um forte sotaque chinês é capaz de soar muito parecido ao som da palavra “monkey” (macaco) para um jogador asiático que fale Mandarim ou Cantonês.

Aqui está o resultado final: quando o baccarat chegou às costas da China e de outros países asiáticos, há mais de um século, o esforço dos locais para pronunciar “monarchy” (monarquia) pode ter resultado em “monkey” (macaco) como abreviatura. Assim surgiu o termo “monkey” no baccarat.

O que significa “Monkey” no baccarat?

“Monkey” é um termo utilizado na gíria do baccarat para referir cartas de figuras e o dez (ou seja, as cartas rei, dama, valete e 10).

Ao gritar “monkey” no baccarat, os jogadores estão na verdade a rezar aos deuses do jogo para poupar a sua mão atual de cartas que possam alterar o total de pontos.

O bom das cartas de dez e de figuras no baccarat é que elas valem zero pontos e não alteram o valor atual da mão.

O termo “monkey” no baccarat é frequentemente utilizado por jogadores asiáticos quando eles querem que a terceira carta seja um 10 ou uma carta de figura. Essencialmente, os jogadores asiáticos não querem que a próxima carta estrague o total de pontos ou o valor da sua mão atual.

Por exemplo, se a primeira e a segunda cartas forem um 9 e um 8 para um valor de mão de 7, ninguém quer receber um 3, um 4 ou qualquer outra carta de baixo valor que vá diminuir o total de pontos.

Na maioria dos casos, o termo “monkey” no baccarat refere-se a uma carta sem valor, como uma dama, um rei ou um valete.

De acordo com outra teoria do “monkey” asiático, esta expressão representa uma pronúncia errada da palavra “money” (que significa dinheiro).

Por outras palavras, os jogadores asiáticos dizem “dê-me o dinheiro” (no sentido de quererem a carta que lhes permita ganhar o jogo), mas pronunciam de forma diferente, fazendo parecer que estão a dizer “macaco”.

O que é um “monkey” no poker?

No poker, “monkey” refere-se a um jogo de poker que combina a aleatoridade empolgante dos jogos clássicos infantis como The Game of Life e Monopoly com a fácil jogabilidade da variante do poker Texas Hold’em.

Este jogo pode ser um grande sucesso na próxima festa de aniversário dos seus filhos, num acampamento juvenil, ou dia de diversão na escola.

A palavra “monkey” no poker também pode significar um jogador de poker imprevisível e feroz, geralmente um novato, que provavelmente joga sem fazer bluff ou pensar muito em cada jogada.

O que significa “Banco” no baccarat?

“Banco” é a palavra espanhola (e portuguesa) para designar um banco ou um banqueiro. Assim, Banco no baccarat geralmente significa o jogador que é selecionado para ser o dealer (o banco ou banca). Portanto, é o jogador responsável por distribuir as cartas.

O que significa “monkey” em jogos de azar?

Nos jogos de sorte ou azar, “Monkey” pode significar cartas de figuras ou dezenas, especialmente no baccarat.

Também pode referir-se a um jogador imprevisível em outros jogos de mesa como o póquer, blackjack e outros jogos de casino onde os apostadores jogam uns contra os outros.

Em apostas desportivas e apostas de póquer, o termo “monkey” pode ser usado para referir a uma aposta que vale 500€.

Obviamente, “monkey” não é o único termo fascinante utilizado nas mesas de baccarat e em outros cenários de jogo.

Outras gírias usadas por apostadores ao jogar em casinos online ou em casinos físicos incluem:

  • Natural
  • The Big Eye Boy
  • Blackjack Burn Cards
  • Panda 8
  • Dragon 7
  • Croupier